Descubra se seu negócio está preparado para SOBREVIVER aos próximos 5. Ou NÃO!

Marketing Bruno Faioto

Lead, o que é?

Leitura aproximada em: 6 minutos

Mas afinal o que são?

Se você ainda não sabe o que é LEAD, fique tranquilo que vou te explicar de forma bem light rsrsrsrsrs…

Ao procurarmos no dicionario certamente vamos encontrar a seguinte definição: Lead = papel de protagonista. E é com base nessa definição que vamos tratar a explicação ao decorrer desse artigo.

A palavra Lead é muito utilizada no mundo on-line, principalmente no Marketing Digital.

Conquistar novos clientes é um dos maiores desafios que enfrentamos dia após dia como empreendedores. Toda nossa estratégia em geração de contatos deve ser capaz de transformarem em clientes.

Isso implica no entendimento do mercado e o comportamento de nosso futuro cliente e simplesmente Capta-lo. Falamos sobre esse tema nesse Post [ATRAIR]

Mas afinal o que é LEAD?

Nesse artigo vamos aprofundar um pouco nesse processo de geração de Lead. Transformar um visitante do nosso negócio em um LEAD qualificado.

Lead Qualificado = Pessoa que tem muito interesse em adquirir seu produto.

Como esse interesse é demonstrado?

Geralmente essa pessoa demonstra interesse preenchendo um formulário de contato em seu site, formulários de lista de e-mail, pode ser também aquela pessoas que entrou na sua loja física para ver algum produto na prateleira.

Fique tranquilo que as coisas vão ficando cada vez mais claro durante a leitura desse artigo.

Algumas estratégias de marketing digital consiste e entregar um conteúdo ou presente para quem fornecer seu e-mail ou telefone de contato. E a partir dai começa uma entrega de conteúdo para testar o real interesse desse lead em potencial.

A empresa, pode interromper o processo de ENGAJAMENTO ao perceber que o lead perdeu o interesse no conteúdo fornecido ou simplesmente parou de interagir com o contato.

A geração de Leads atualmente se tornou fundamental para o sucesso das empresas, principalmente no mundo digital. Digamos que deixar de gerar, significa parar as ações de marketing daquele negócio.

Por que no inicio do ciclo de venda, todos os usuários são totalmente estranhos, e a empresa vai conhecendo cada um através de suas ações.

Mas como isso ocorre?

Simples para quem já viu ou fez, talvez um pouco confuso para quem nunca teve essa experiência.

Tudo isso ocorre através de um Funil de Vendas (Imagem abaixo)

Enquanto você continua a leitura, tente lembrar ou até mesmo ir olhando a imagem acima…

Funciona mais ou menos da seguinte forma.

Imagine que temos 2 tipos de Leads. Os VERMELHOS e os VERDES

Os vermelhos são aqueles menos qualificados, ou seja, todas aquelas pessoas que entram na sua loja e deixa o seu contato.

Os verdes são aqueles mais qualificados, ou seja, que teve engajamento e responderam de alguma forma ao processo de tratamento.

Esta gostando do artigo?

Cadastre-se para ser avisado sobre o inicio do Whorkshop GRATUITO de Diferenciação Profissional. Aproveite pois acontece apenas 2 vezes ao ano.

Logo, todavia, entretanto… Os verdes vão comprar de você. Quanto a cores, pode ser qualquer uma, a ordem dos fatores não altera o resultado.

O ideal é produzir conteúdo de topo de funil, responsável por atrair usuários através de artigos cuja temática é ampla e atinge uma vasta quantidade de internautas.

Porém, o trabalho apenas começou e, a partir de agora, inicia-se a etapa de aproximação, na qual o usuário é nutrido com conteúdo mais aprofundado, estreitando a relação com a empresa.

É uma grande oportunidade para firmar-se como autoridade no assunto e estabelecer um relacionamento de confiança com o potencial cliente.

Essa é a etapa na qual é produzido conteúdo de fundo de funil, e a lead e a empresa estão a um passo de fechar um negócio.

Mas não pense que a metodologia do funil termina aqui.

Nessa etapa é necessário continuar produzindo conteúdo para que o lead vire seu fã e promova sua marca aos amigos, familiares, etc.

Leads Qualificados

Não ha garantia nenhuma que aqueles que entraram no funil irão comprar alguma coisa de você.

Esse processo (Funil de Vendas) permitirá que você e sua equipe de marketing possa trabalhar de forma segmentada na sua lista. Criar campanhas especificas para cada tipo de interesse.

Nesse estagio é preciso criar campanhas mais especificas, para convencer a lead que seu produto ou serviço seja a melhor solução para ele.

Mas lembre-se que para que haja essa interação, você precisa ter a autorização dele tanto para o envio, quanto para o engajamento.

Por isso Jamais compre listas de contatos, isso além de atirar com os olhos fechados, vai causar uma péssima impressão da sua empresa aos clientes.

O grande diferencial da qualificação da lead é construir uma relação de confiança com a sua marca.

Em resumo, pessoas qualificadas estão muito mais propicias a consumir o seu produto.

Como qualificar um lead?

Esse processo envolve uma serie de testes, verificações, atualizações até que encontre a maneira correta, não existe o certo para todos os tipos de negócios. Existe o que vai funcionar melhor a você.

Existem algumas formas, como Marketing de Conteúdo que vem ganhando cada vez mais força no mercado digital por exemplo, mas que pode ser aplicado no seu negócio físico também. Isso pode sem dúvidas ser adaptado ao seu negócio.

Se seu lead vem do modelo digital, existem vários serviços de altíssima qualidade no mercado, capaz de pontuar cada um deles. Através do e-mail marketing por exemplo, vários sistemas já pontual com base no engajamento, abertura de campanhas, cliques em links, etc.

Muito importante!

Deixar seu lead disponível para sair do engajamento quando quiser. Ele não pode ficar preso no seu conteúdo, senão ao invés de ganhar um fã, pode ganhar um verdadeiro inimigo.

Quando uma empresa possui uma quantidade significativa de leads, gerenciar isso se torna uma função extremamente importante. A maior parte do seu faturamento pode estar ali, em forma oculta.

Fique atento a isso, talvez tenha a mina de ouro na sua mão e não esta sabendo garimpar.

Esta gostando do artigo?

Cadastre-se para ser avisado sobre o inicio do Whorkshop GRATUITO de Diferenciação Profissional. Aproveite pois acontece apenas 2 vezes ao ano.

Se você é uma empresa B2B (distribuidor) e estiver gerando lead, fique atendo pois pesquisas comprovam que 73% deles não estão dispostos a receber ainda uma oferta.

Por fim, vem a etapa de mensuração de resultados como ocorre em qualquer campanha de marketing.

Importante verificar qual o melhor dia e horário para enviar suas campanhas, e qual tipo de conteúdo possui melhor engajamento.

Qual a diferença entre led e visitante?

Muitas empresas gastam uma fortuna com websites dinâmicos e bem estruturados, investem em adwords para levantar trafego e tal. Até ai não tem nada de errado.

Note que visitante no seu site, é como ter uma loja em uma rua bem movimentada e não ter pessoas interagindo com seus produtos. Quando a pessoa entra na sua loja e deixa um contato, esse se transformou em lead.

Se você é uma empresa que tem bastante trafego em seu site por exemplo, comece a contabilizar e verificar quantos já se tornaram seus clientes. Se o resultado for menor que 5%, você precisa tomar uma ação rápida, pois seu negócio é apenas mais um entre milhões.

A primeira ação imediata que você pode tomar agora é assistir nosso workshop GRATUITO de diferenciação profissional para negócios que acontece apenas 2 vezes ao ano.

[VERIFIQUE QUANDO SERÁ ABERTO A PRÓXIMA TURMA]

E porque preciso gerar leads?

Nesse momento você já deve ter entendido a real importância de um lead e não de visita correto?

Pense em algumas empresas que você mais admira no mercado e porque te atraem tanta atenção.

O que elas tem de diferente, para se tornarem verdadeiras autoridades para os consumidores?

Uma das formas de mostrar o seu conhecimento em determinado tema e atrair a atenção de um futuro cliente é oferecendo a ele conteúdo de qualidade (como já destacado aqui)!

Não espere gerar resultados imediatos, pois se essa ideia existe ai no seu MindSet, provavelmente pode até ser rápido, mas vai durar muito pouco também, acredite.

Vamos imaginar que…

Você se depara com dois sites, em um deles, uma página com os dados de contato e algumas imagens aleatórias de tubos e pias.

Em outro, você clica direto em um link para um texto abordando exatamente o seu problema (um vazamento no encanamento, por exemplo), possíveis causas do problema e até dicas de manutenção para que isto não ocorra no futuro.

Qual deles chamaria mais a sua atenção? Eu imagino que o segundo, certo?

Por que a partir dai você estabeleceu uma relação de confiança com ele. E agora você esta muito mais aberto a contrata-lo para resolver o seu problema.

Alimentando um bom relacionamento com cliente, o % de possibilidade de fechamento com você será muito maior.

Espero que você tenha gostado desse artigo, se gostou deixe um comentário e compartilhe com seus amigos.

Grande Abraço,

Bruno Faioto

Sobre o autor | Website

Especialista em Diferenciação Profissional, Empresário, Engenheiro Mecânico, Multiplicador de Cursos Profissionais, apaixonado por empreender e descobrir novas oportunidades.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: